Total de visualizações de página

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Administrando os recursos próprios: de olho na LCI

O financiamento sempre surge como uma opção para quem deseja construir, especialmente por meio do Programa Minha casa, minha vida, com taxas de juros mais atrativas. No entanto, o investimento com recursos próprios é uma escolha que vale a pena, principalmente quando se tem um capital disponível. Apesar disso, qualquer obra normalmente apresenta um orçamento superior ao planejado no começo do projeto, o que vai exigir um equilíbrio financeiro da família.

A principal fonte de recursos deste projeto foi o dinheiro do FGTS e da rescisão de contrato por mudança de emprego. Apesar de ter uma boa quantia em mãos, a opção não foi sair gastando logo a grana. Como era preciso acertar os detalhes da planta e encaminhar toda a parte burocrática junto à prefeitura, o dinheiro foi investido. Depois de pesquisar o mercado financeiro e conversar com o gerente do banco, a escolha foi a Letra de Crédito Imobiliária (LCI). Entre as principais vantagens, além do rendimento que gira em torno de 0,9% ao mês, é a isenção do imposto de renda.

Parte do valor ficou investido cerca de seis meses e durante este período foi possível capitalizar recursos para quitar o projeto arquitetônico, por exemplo. Assim, esperar um pouco pode ser vantajoso em ambos sentidos, tanto para ter certeza do que construir como para ter mais capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário