Total de visualizações de página

sexta-feira, 25 de março de 2011

Quando o engenheiro te deixa na mão

Quando se constrói uma casa por meio de financiamento habitacional o dinheiro é liberado à medida que as etapas da obra são concluídas. Normalmente são quatro fases. A lógica é a seguinte. Você precisa ter uma grande de arrancada para fazer a primeira etapa. Um engenheiro contratado pelo banco, que é pago por você, vai até a obra e verifica se está tudo ok. O profissional faz o laudo e teoricamente em dois dias o dinheiro, referente aos gastos com a primeira etapa, estabelecidos em uma tabela de custos, é depositado em sua conta bancária.

A teoria é linda, mas é prática nem tanto. Vamos ao meu caso. Chamei o engenheiro para a primeira vistoria no dia 17 de fevereiro. Ele foi até a obra no dia 21 e no dia 25 o dinheiro entrou na conta. Como fiz a compra de quase todo o material de construção parcelada, me programei para que os outros cheques também fossem descontados sempre no dia 25 do mês seguinte. Mas no mês de março as coisas não ocorreram como eu esperava.

Novamente liguei agendar a vistoria no dia 17. Depois de muitas ligações e e-mails trocados, o engenheiro apareceu somente na tarde do dia 24, uma quinta-feira. Lembra dos cheques? Como poderão ser depositados no dia 25? O dinheiro não vai entrar na minha conta no prazo previsto. Tive que ligar para todos os fornecedores e agora dependo da boa vontade do financeiro de cada empresa para não ficar com o nome sujo na praça. Aprendi a lição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário