Total de visualizações de página

quarta-feira, 23 de março de 2011

Tomadas, tomadas e mais tomadas. Nada é exagero.

Quando se compra um projeto de uma construtora,  normalmente a empresa iré oferecer três pontos de luz por cômodo. Parece piada, mas é isso mesmo. Cada ponto adicional é cobrado um valor a mais. Mas quando você constrói por conta própria, a negociação é feita com o pedreiro e o eletricista, e quem manda é você. Tomada é algo que não pode faltar em uma casa e pode acreditar, nunca é demais. No projeto inicial da minha casa tínhamos previsto três tomadas para cada parede. Mas no decorrer da obra, muitas obras foram surgindo e hoje não sei mais quantas são.

 Quando se faz o projeto elétrico, as pessoas costumam imaginar a casa onde se vive hoje, pensando nas necessidades atuais. No entanto, as necessidades se modificam, os eletrodomésticos aumentam e os móveis são trocados de lugar. Todas essas ações podem ser barradas por falta de tomadas. Então anote aí algumas dicas de tomadas extras.

- Ar-condicionado. Uma em cada cômodo. (O mesmo vale para o ventilador)
- Telefone. Na sala, cozinha, quarto e escritório
- Internet: sala, escritório e o quarto dos filhos
- Aquecedor de água: embaixo da torneira da pia da cozinha e da pia do banheiro
- Luminárias: corredor, quartos (ao lado da cama ou acima da cabeceira), no balcão aéreo da cozinha, sala de estar e próximo à mesa de jantar
- Lâmpadas externas: para iluminar o pátio. Três na frente, sendo uma na área, e uma para cada uma das paredes, incluindo as laterais e fundos.
- Depurador ou coifa, na cozinha
- Secador de cabelo, para o banheiro

E por aí vai. Essas são apenas algumas sugestões. Outro detalhe é na escolha das caixinhas dos interruptores. Prefira os módulos individuais. Assim você pode colocar três tomadas em apenas uma caixa. Segue aí o link da Iriel, marca líder do mercado, para você tirar algumas ideias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário